5 razões para incentivar seu cão a nadar

5 razões para incentivar seu cão a nadar

Saiba porque nadar na piscina, lago ou mar pode ser uma ótima opção para seu cão se divertir e se exercitar.

 

Exercício de baixo impacto

Nadar é um exercício de baixo impacto para as articulações. Por isso, se seu cão tem propensão ou já tem algum tipo de doença óssea ou articular como displasia, luxação de patela ou simplesmente já é mais idoso e não tem tanto pique para exercícios intensos, nadar é uma forma super saudável de mantê-lo ativo sem que sua estrutura óssea sofra com o impacto do exercício. Comece com ambientes controlados como uma piscina rasa.

Ajuda na perda de peso

Por ser um exercício completo que movimenta o corpo todo, nadar ajuda na perda de peso. Se seu pet está alguns quilinhos acima do recomendado, ou já se encontra num quadro de obesidade, incentivá-lo a nadar é uma ótima opção para que ele gaste energia de uma forma saudável e divertida.

Saúde mental e física

Nadar é um desafio completo para a cachorrada. Diminuí a ansiedade, o estresse, melhora a disposição, fortalece a musculatura e claro, ajuda no sono, porque cachorro cansado e pleno dorme bem e deixa a gente sair para jantar sem medo de voltar para casa e encontrar aquele buraco no sofá.

Refrescante

Em épocas muito quentes os cães normalmente sentem muito calor, ficam ofegantes, podem apresentar dificuldades respiratórias e em alguns casos podem ate super aquecer. Nadar ajuda o cão a manter a temperatura mais amena, ajuda no conforto térmico, além de ser pura diversão na piscina no verão.

Confiança

Ao aprender a nadar seu cão vai ficar mais confiante, desenvolto e independente em relação a água, podendo se aventurar no mar e lagos junto a você. Isso sem falar na segurança e tranquilidade que você terá ao vê-lo próximo a uma piscina sabendo que ele sabe se virar muito bem em ambientes aquáticos.

Mas lembrem-se, os cães precisam de acompanhamento quando estão em contato com a água, principalmente nas primeiras vezes em que esse contato ocorrer. Cada cachorro tem seu tempo para se adaptar e perder o medo na hora de nadar. Nunca force o seu cãozinho a sair nadando logo na primeira experiência ou o jogue na piscina sem antes apresenta-lo ao novo ambiente aquático com calma.

Algumas raças como goldens retrievers e labradores tem mais facilidade, outras como por exemplo os braquicefálicos (cachorros de focinho achatado), costumam demorar um pouco mais para se adaptarem a água. O importante é que a grande maioria dos cães acabam gostando muito de nadar e o exercício vira uma diversão. O ideal é começar por piscinas rasas e conforme o cão for demonstrando confiança e interesse, ir passando para uma mais funda.

Entrar e sair da piscina também é um aprendizado. Algumas piscinas tem partes mais rasas que facilitam o processo na hora de entrar ou sair e isso pode ajudar bastante para que o primeiro contato não seja abrupto. É importante se atentar a esses pequenos detalhes.

Todos os cães são aptos a nadar, por isso tenha muita paciência e carinho com eles. E o mais importante, divirtam-se juntos!

spitz aprendendo a nadar

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *